Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

Movimento Maio Amarelo

Movimento Maio Amarelo: dicas para programar atividades de conscientização para sua equipe

SIPAT online

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. A data foi definida pela Assembleia-Geral das Nações Unidades, em 2010, após uma resolução que definiu o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

O documento foi publicado em maio de 2011, por isso o mês foi o escolhido para as ações de conscientização para a redução de acidentes no trânsito. Já o amarelo simboliza a atenção, exatamente o que se pretende com a campanha, além de corresponder à sinalização e advertência no trânsito.

Os dados são alarmantes

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) contabilizou cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países somente no ano de 2009. Fora as 50 milhões de pessoas que sobreviveram com sequelas.

No total, são três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas, tornando os acidentes de trânsito a nona maior causa de mortes no mundo. Se ações preventivas não forem tomadas, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020, saindo da nona para a quinta maior causa de mortalidade, e 2,4 milhões, em 2030.

Portanto, a intenção da campanha é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020. O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito.

Movimento Maior Amarelo no Brasil

No Brasil uma série de ações são realizadas no Movimento Maio Amarelo, que vem com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O movimento é coordenado pelo Poder Público em parceria com a sociedade civil para envolver os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada em torno da mobilização e conscientização de toda a comunidade.

Em 2020, o Movimento Maio Amarelo será realizado pela primeira vez no sul do país, na díade de catarinense de Blumenau, no dia 27 de abril, às 19h, no Teatro Carlos Gomes. A abertura internacional será na capital do Uruguai em Montevidéu em 30 de abril.

A importância da temática

O Maio Amarelo é uma oportunidade de debater as causas dos altos índices de mortes em acidentes de trânsito no Brasil e no mundo, e também de estimular o poder público a adotar políticas públicas mais rigorosas para motoristas de veículos, além de conscientizar a sociedade sobre os riscos que correm ao imprimir velocidade nas vias, ao dirigir sob efeito de bebidas alcoólicas e a não respeitar a legislação de trânsito.

Nesse sentido, a data não deve passar em branco seja enquanto discussão social seja no ambiente social seja no mundo corporativo, pois independente da empresa trabalhar diretamente com o trânsito, o tema envolve a vida de milhares de pessoas, não somente a do motorista profissional e sua família.

Afinal são muitas pessoas atropeladas pela imprudência ou irresponsabilidade de quem está atrás do volante, gerando um impacto negativo na vida de toda a sociedade.

Dinâmicas para SIPAT

Movimento Maio Amarelo: atividades que podem ser realizadas

Palestra

Parece óbvio ou até natural, mas a tentativa de sensibilizara as sociedade por meio dos dados alarmantes não é o caminho mais fácil. Isso porque a atividade “palestra” sinaliza, muitas vezes, para uma conversa chata e maçante, mas isso pode ser mudado a depender da composição da palestra.

Utilizar fotografias, vídeos e áudios podem ser algumas das alternativas para tornar a palestra mais dinâmica e atrativa e os dados ainda mais destacados. Além disso, o impacto inicial, o de sensibilizar, deve ser o momento mais importante. Pois é, a partir daí que a atenção será retida ou não.

Dinâmica

A dinâmica pode ser de grupo ou individual ou ambas. Ela pode ser inserida dentro da palestra, workshop, debate ou qualquer interação possível. Realizá-la em um corredor da empresa, enquanto os profissionais estão em descanso, com o apoio de voluntários, também é uma opção interessante para chamar a atenção para o Maio Amarelo.

Assim como a possibilidade de envolver a plateia em uma dinâmica em que todos possam compreender o valor da vida no trânsito e o efeito de um acidente na rotina de uma família, assim como simular situações em que a ingestão de bebida alcoólica ou a imprudência podem causar ao transeunte e ao próprio motorista e ocupantes do veículo.

Exposição fotográfica

Essa pode ser uma primeira ação que pode, inclusive, se encaixar na sensibilização para uma palestra ou debate. Mas também pode ser uma atividade de única em que estão explícitos fatos e dados verídicos sobre os danos causados a quem se envolve em acidentes de trânsito.

Longe de assustar a plateia ou de transformar a exposição em um teatro de horrores com fotografias de carros estragados e pessoas feridas, o planejamento deve inserir outras maneiras, mais criativas de tratar o tema. Lembrando sempre que a ideia é sensibilizar, conscientizar e transformar as informações em ação de prevenção, em execução do que não pode ser feito no trânsito.

Teatro e cinema

Performances artísticas, trabalhos de pintura, de desenhos, imagens de cinema, depoimentos audiovisuais e a mistura de todos esses elementos podem atrair a atenção e consolidar as informações repassadas sobre o tema que requer mais do que absorver dados, requer uma sensibilização a ponto de transformar comportamentos.

Talvez por isso, a arte possa ter uma inserção maior no subconsciente do espectador, porque pode atravessar o caminho do raciocínio e adentrar esferas mais inconscientes do cérebro, atuando como transformadora de comportamentos.

Interagir com atividades do Movimento

Uma das possibilidades é buscar atividades realizadas pelo poder público para envolver a equipe, como forma de torná-los agentes protagonistas. Em uma corrida de bicicletas ou de motocicletas, em visitas a locais específicos como a hospitais de reabilitação podem ser alguns dos caminhos.

Isso pode ser feito a partir de uma proposta de parceria em que a equipe pode contribuir com alguma das ações, seja na própria área de atuação do grupo ou da empresa, seja em campo diverso. Contanto que a equipe se sinta parte do processo de algum modo e, assim, possa elevar sua expectativa em relação a ação, além de, ao final, ter forte tendência a se tornar agente multiplicador do processo de conscientização.

Que saber mais? Podemos contribuir muito com a preparação de seus treinamentos, capacitação e diálogos com sua equipe. Fale com a nossa equipe, solicite um orçamento!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, , ,
Prevenção de acidentes: cinco dicas para a realização da SIPAT 2020
O que é brainstorming e qual a importância para o seu negócio

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu