Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

O que é SIPAT e Redução dos acidentes de trabalho

Prevenção de acidentes de trabalho: aprenda a reduzir os riscos

SIPAT online

Um acidente de trabalho é um acontecimento repentino e imprevisto sofrido por um trabalhador no trajeto ou no local onde realiza o serviço. A lei inclui ainda doenças decorrentes da atividade laboral.

Esses são problemas crescentes em nosso país, que trazem reflexos não somente à saúde e integridade do trabalhador, mas também às empresas e a toda a sociedade.

Quais práticas de prevenção de acidentes de trabalho são capazes de reduzir os riscos aos empregados e por que é importante investir nisso? É sobre isso que falaremos neste post. Acompanhe!

Qual a importância da prevenção de acidentes de trabalho?

Os acidentes de trabalho resultam num grande prejuízo em diversas esferas da nossa sociedade, como o governo, a empresa, os trabalhadores e suas respectivas famílias.

Segundo Ângelo Fabiano Farias da Costa, vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), nosso país gasta cerca de R$ 10 bilhões todo ano com indenizações e tratamentos de saúde por causa de acidentes de trabalho.

Além disso, a legislação brasileira pode responsabilizar a empresa por acidentes de trabalho sofridos por seus funcionários, já que é ela que impõe o risco ao empregado por meio da sua atividade econômica.

No fim, o funcionário é o mais prejudicado, pois um acidente ou uma doença poderia deixá-lo inválido ou incapacitado. Felizmente, todos os motivos relacionados a acidentes são evitáveis por meio de medidas preventivas, quer pelo melhor gerenciamento de mão de obra, quer pelo investimento em uma infraestrutura mais adequada.

Então, fique atento às seguintes dicas para aprimorar as práticas de prevenção de acidentes de trabalho!

Como reduzir os riscos?

1. Treine e conscientize sua equipe

A capacitação profissional é a chave para o trabalhador executar sua função com segurança e qualidade. Dentro de uma empresa, cada tarefa ou cargo tem seus riscos, e o funcionário precisa estar bem-informado e treinado sobre os perigos de sua atividade laboral e as melhores práticas de prevenção.

O trabalho de conscientização deve ir além do treinamento inicial. A empresa precisa deixar claro para seus funcionários que cuidados devem ser tomados em cada ambiente de trabalho, no uso de ferramentas e equipamentos, e no manuseio de substâncias nocivas à saúde.

Dinâmicas para SIPAT

Essa divulgação pode ser feita por meio de palestras atrativas e envolventes, que ajudem os funcionários a fixar as melhores práticas de segurança e prevenção de acidentes de trabalho.

Além disso, mantenha o ambiente de trabalho bem sinalizado, deixando claro os perigos a que os funcionários estão sujeitos e as formas de se proteger dos riscos.

2. Inspecione

Certifique-se de que todos os funcionários estejam a par dos métodos de prevenção de acidentes, e avalie o comportamento deles no decorrer das suas atividades. Nada melhor do que ver na prática se estão conseguindo aplicar as orientações recebidas.

Verifique, também, a infraestrutura das instalações e a qualidade de preservação das ferramentas e equipamentos de trabalho e segurança. Tenha certeza de que não haja elementos oferecendo ou potencializando riscos aos trabalhadores.

3. Disponibilize equipamentos de segurança adequados

Toda empresa precisa obrigatoriamente fornecer EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) aos seus funcionários. Mas isso não basta. Afinal de contas, do que adianta ter esses itens disponíveis se não forem usados de forma adequada ou se simplesmente forem negligenciados?

Treine as equipes e certifique-se de que estejam usando esses equipamentos.

4. Aprimore a gestão de pessoas

Algumas medidas gerenciais são fundamentais, pois podem reduzir significativamente os riscos no ambiente de trabalho. Por exemplo, os gestores podem diminuir o tempo em que os funcionários ficam expostos aos riscos. Para isso, é possível, por exemplo:

  • reduzir a carga horária de trabalho;
  • planejar escalas;
  • fazer rodízios para determinadas tarefas de risco.

5. Implante a CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é uma entidade formada por funcionários eleitos e representantes indicados pela empresa. Esse grupo é responsável por criar regras de segurança e fiscalizar o cumprimento das normas. Além disso, ela dará suporte aos funcionários acidentados e afastados, acompanhando sua recuperação.

Todas essas práticas são fundamentais para a prevenção de acidentes de trabalho. Além disso, ajudarão a empresa se proteger de processos e indenizações que poderiam comprometer a saúde financeira da instituição.

E você? Gostou do post? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião com a gente!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, , , ,
A. Yoshii Engenharia | SIPAT 2012
O que é SIPAT? Entenda como funciona

Posts relacionados

2 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu