Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

O que são as Normas Regulamentadoras

Normas Regulamentadoras: 6 motivos para coloca-las em prática

SIPAT online

Promover a segurança, saúde e bem-estar dos colaboradores precisa ser uma das prioridades das empresas.

Isso porque, independente do tipo de seguimento que a organização atue, sempre existem riscos de acidentes ou mesmo práticas diárias que, a longo prazo, podem resultar em doenças ocupacionais sérias.

Situações como essas são problemáticas, não só para o funcionário que está expondo sua saúde e vida, mas também para empresa que acaba tendo custos adicionais, problemas com a produtividade e até com ações judiciais.

Assim, as Normas Regulamentadoras (NRs) ajudam a evitar esses e outros problemas, pois visam garantir a segurança e integridade de cada funcionário em diferentes ramos de atuação.

Essas normas incentivam a implantação de políticas e parâmetros de qualidade, os quais devem ser seguidos por todas as empresas que prezam pelo cuidado nos processos.

Ainda não sabe por que sua empresa deve adotar as NRs? Então, leia os tópicos que separamos e veja 6 motivos para colocar as Normas Regulamentadoras em prática!

  • O que são as NRs e como surgiram?
  • Objetivos das NRs
  • As NRs são obrigatórias?
  • 6 motivos para colocar as NRs em prática

O que são as NRs e como surgiram?

As Normas Regulamentadoras são um conjunto de requisitos que se referem à segurança e medicina do trabalho, definindo procedimentos para aplicação nas empresas, visando a saúde, segurança e proteção dos trabalhadores.

As primeiras NRs surgiram em 1978, após a redação dos art. 154 a 201 da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), através da lei 6.514 de 1977.

No art. 200 da CLT ficou definido que cabe ao Ministério do Trabalho estabelecer as disposições complementares às normas relativas à segurança e medicina do trabalho.

Logo, em junho de 1978, o Ministério do Trabalho aprovou a Portaria nº 3.214, estabelecendo as NRs pertinentes a Segurança e Medicina do Trabalho.

Inicialmente, eram 28 NRs. Atualmente, temos 37 NRs.

Objetivos das NRs

Todas as NRs se aplicam a medicina e segurança do trabalho. Entretanto, algumas delas são abrangentes e se aplicam de maneira geral a diversas áreas. Outras são mais específicas, atribuídas a determinados seguimentos de atividades.

De todo modo, todas elas têm objetivos em comum que visam:

– Garantir e promover a integridade da saúde física e psíquica dos trabalhadores;

– Definir procedimentos de prevenção de acidentes e de medidas de proteção, tanto coletivas como individuais;

– Promover políticas de segurança e saúde no trabalho das empresas;

– Regulamentar a legislação referente à saúde, à segurança e à medicina do trabalho.

As NRs são obrigatórias?

Muitas pessoas ainda reproduzem que as Normas Regulamentadoras não são obrigatórias. Entretanto, as NRs são, sim, de observância obrigatória nas empresas que possuam empregados em regime de contratação CLT.

Nesse grupo estão empresas privadas e instituições públicas, sendo organizações com trabalhos vinculados a essas regulamentações.

Dessa maneira, não cumprir as disposições legais de uma NR do seguimento que sua empresa atua, acarreta na aplicação de penalidades previstas na legislação pertinente.

Dinâmicas para SIPAT

Esse é um dos motivos de adotar as NRs. Porém, para que você entenda ainda mais a importância delas, confira os 6 motivos para colocar as NRs em prática.

6 motivos para colocar as NRs em prática

1.Melhora a imagem do negócio: ao adotar as Normas Regulamentadoras a imagem da empresa melhora, consequentemente.

Isso porque, empresas que não promovem a segurança em suas atividades, acabam tendo problemas com processos, funcionários insatisfeitos, entre outros.

Com certeza, empresas com essa reputação terá dificuldades com parcerias, como também na retenção de talentos.

2.Beneficia o clima organizacional: com um ambiente de trabalho mais seguro, seguindo as Normas Regulamentadoras, o clima organizacional se torna mais agradável, pois os funcionários percebem que estão em um ambiente que valoriza sua saúde e bem-estar.

Assim, o engajamento com as atividades na empresa se torna maior, refletindo em mais produtividade e qualidade para os negócios.

3.Diminui o índice de afastamento de funcionários: não seguir as Normas Regulamentadoras tornará as tarefas na empresa muito mais arriscadas.

O que ocorre devido a falta de práticas, estabelecidas na regulamentação, que buscam antecipações antes que acidentes ocorram.

Da mesma forma, esses ambientes possuem riscos, passados desapercebidos, os quais geram doenças ocupacionais que podem invalidar o colaborador em suas funções.

Assim, adotar as práticas estabelecidas nas NRs ajuda a reduzir doenças e acidentes de trabalho, contribuindo para funcionários mais saudáveis e sem necessidade de afastamento.

4.Ajuda a reduzir custos: muitos empresários não percebem, mas não investir em segurança do trabalho pode gerar diversos custos.

Um deles, está ligado a substituição de funcionários acidentados ou doentes. A empresa precisará contratar pessoas, por período temporário, para executar as atividades. Isso implica em investimento em seleção e recrutamento.

Além disso, um acidente pode gerar prejuízos patrimoniais, gastos com suporte ao colaborador, sem falar de multas e encargos das notificações judiciais.

5.Evita problemas judiciais: o não cumprimento das Normas Regulamentadoras podem gerar em inúmeros tipos de processos trabalhistas por acidentes de trabalho.

Tais processos, além de sujar a imagem da empresa, geram custos e um estresse desnecessário, que poderia ser evitado com medidas preventivas.

6.Salva vidas: por fim e, com certeza, o motivo mais importante para praticar as Normas Regulamentadoras é que elas salvam vidas.

As vidas são e sempre devem ser colocadas em primeiro lugar.

Sobretudo, nas organizações, pois, mesmo que toda a tecnologia continue evoluindo, o capital humano ainda será o mais valioso no mercado de trabalho. Até porque, somos nós que possuímos habilidades estratégicas capazes de usar as novas tecnologias de maneira produtiva.

Portanto, cuide do bem maior da sua empresa: seus colaboradores. Eles são responsáveis por fazer e entregar os serviços/produtos oferecidos.

Ademais, esse cuidado se estende aos negócios através de menos custos e maior produtividade.

Então, entendeu como praticar as NRs pode impactar positivamente a sua empresa? Espero que o conteúdo tenha te ajudado.

Mas se ainda tiver dúvidas sobre riscos em sua empresa, fale com a Realizarte e conte com uma de nossas palestras que ajudam a prevenir acidentes de trabalho. Saiba mais sobre nossas soluções.

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, , ,
Normas Regulamentadoras (NRs): conheça como elas surgiram
Luminosidade no trabalho: qual a importância para o ambiente?

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu