Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

Como fazer Inspeção e manutenção de equipamentos

Inspeção e manutenção de equipamentos na indústria: qual a importância?

SIPAT online

No Brasil, existem algumas Normas Regulamentadoras que estabelecem como serão adotadas medidas nas empresas e no trabalho.

Por exemplo, a NR-12 fornece informações sobre procedimentos que devem ser realizados para assegurar a saúde do trabalhador.

Para seguir corretamente esta Norma, serão essenciais realizar duas ações: inspeção e manutenção dos equipamentos industriais.

Dessa forma, haverá garantia de que as máquinas estão seguindo os parâmetros de segurança e os acidentes serão evitados.

Além disso, com a manutenção em dia, haverá excelente funcionamento e não terá intercorrências no processo produtivo.

Portanto, fizemos este artigo para te apresentar a importância da inspeção e manutenção de equipamentos na indústria e as consequências dos acidentes de trabalho.

Acompanhe a leitura e confira mais!

Inspeção e manutenção dos equipamentos industriais: qual a importância?

A inspeção e manutenção dos equipamentos de indústria é essencial, pois para que haja trabalho em segurança.

Independentemente de ter cuidados no manuseio, é completamente normal um equipamento se despreciar em função do uso.

Ao realizar a inspeção, seguida de manutenção, será possível identificar os locais de desgastes e desconfigurações capazes de atrapalhar o bom funcionamento do aparelho.

Quando não é fazem inspeção e manutenção, existem duas possibilidades:

  • Ocorrência de acidentes comprometendo a segurança dos trabalhadores envolvidos com a máquina.
  • Interrupção dos processos industriais devido à impossibilidade de funcionamento do equipamento, atrasando a produção e causando prejuízos.

Portanto, a inspeção e manutenção de equipamentos industriais é essencial para prevenir problemas com a segurança dos trabalhadores e prejuízos à empresa, devido à reposição de peças e atrasos nas entregas.

Tipos de inspeção e manutenção de equipamentos de indústria

Há vários tipos de inspeção e manutenção de máquinas da indústria.

Cada modelo tem um objetivo, seja prevenir falhas ou corrigi-las.

Inspeção sensitiva

Nesse tipo de inspeção, há uma análise das máquinas e equipamentos de maneira geral.

Para isso, o técnico utiliza dos sentidos (visão, olfato e audição) a depender do que tem por objetivo investigar.

Através desta inspeção, é possível conferir se há barulhos diferentes, desgaste do material, algum odor que possa indicar vazamento de substâncias químicas ou curto-circuito.

Inspeção ou manutenção preditiva

Essa inspeção monitora a máquina e equipamento e acompanha as métricas enquanto funciona.

A forma de realização é com ajuda de outros softwares ou aparelhos remotos, que farão as medições e farão o relatório de dados.

Nesse tipo é possível monitorar a pressão, temperatura, corrente elétrica, dentre outros.

Quando há identificação de algo fora dos parâmetros ideais, será solicitada e realizada uma análise mais elaborada e, em seguida, a correção do problema.

Manutenção preventiva

Ocorre quando há substituição de peças ou componentes, a troca de substâncias ou, até mesmo, uma limpeza, antes que ocorra problemas.

Esse tipo de prevenção é bastante expandida entre os setores de indústrias que, muitas vezes, já possuem em seus cronogramas a data agendada para realizar a manutenção.

Ou já seguem as instruções de acordo com o fabricante do equipamento.

O grande benefício da manutenção preventiva é que as mediações possuem foco em evitar danos e falhas.

Seguindo corretamente o cronograma, não haverá interrupções na produção, pois as intervenções foram realizadas nos momentos corretos.

Manutenção corretiva

Esse tipo de manutenção não é aconselhável, pois o procedimento só é realizado quando a falha ou erro já ocorreu.

No entanto, muitas vezes é necessária, em momentos que as falhas são repentinas devido a fatores externos ou mau uso do equipamento industrial.

Portanto, a maior falha dessa manutenção corretiva é não ser prevenida e prevista.

Nesse sentido, as falhas inesperadas oferecem grandes riscos de acidentes para os trabalhadores ou, até mesmo, acarretar custo alto para a empresa, a depender da máquina.

Quais erros podem ser evitados na inspeção e manutenção?

O principal erro na inspeção e manutenção é esperar a falha acontecer para depois corrigir.

Dinâmicas para SIPAT

O recomendado é que as máquinas sejam monitoradas e inspecionadas continuamente, de acordo com o cronograma, para assegurar o seu estado de funcionamento.

Outro tipo de erro visto é que as inspeções e manutenções muitas vezes são realizadas por técnicos não especializados.

É essencial que o funcionário responsável por essas atividades tenha conhecimento técnico específico, a fim de garantir assertividade nas mediações realizadas, sem riscos de danos maiores.

A falta de cronograma de inspeção e manutenção ou falha no seguimento das instruções do fabricante é um erro que pode e deve ser evitado.

Em casos assim, a empresa perde financeiramente, somente por não ter seguido corretamente o melhor momento para realizar as mediações industriais.

Como consequência disso, poderá ocorrer interrupção da produção e gastos não previstos no orçamento.

Vale ressaltar que é fundamental que a empresa possua ferramentas e tecnologias capazes de realizar a inspeção e manutenção dos equipamentos de maneira eficiente.

Todas as mediações e intervenções realizadas nos equipamentos precisam ser assertivas para que não haja mais danos ao maquinário e a tecnologia é ponto chave para possibilitar ações corretas.

Inspeção nos EPIs

Ao falar em inspeção e manutenção de equipamentos industriais, muitas vezes nos remetemos somente aos aparelhos de grande porte.

Entretanto, não se pode esquecer da inspeção dos Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs).

A análise de inspeção deve ser realizada por um profissional técnico e capacitado, que segue corretamente o cronograma oferecido pela empresa ou fabricante.

Para cada tipo de EPI, tem um risco iminente. Devido a isso, a inspeção deve ser realizada com uma ficha de controle e anotando tudo que foi analisado e qual o estado de uso foi encontrado pelo técnico.

Outras condições do equipamento serão analisadas, como higiene, armazenamento, validade e documentação correta e válida.

Qualquer irregularidade constatada deve ser relatada e corrigida de forma imediata, sendo necessário a substituição do EPI.

Vale lembrar que limpeza, como guarda e o modo de usar são fatores cruciais para definir o estado de funcionamento do equipamento, o que pode acarretar o desgaste acelerado e aumentar o risco de acidentes de trabalho.

Desse modo, podemos concluir que além do cronograma de inspeção e uma ficha de controle, o empregador deve oferecer treinamento para funcionários que utilizarem os EPIs.

Ademais, deve garantir que o técnico estará monitorando periodicamente os trabalhadores.

Como a tecnologia ajuda na inspeção e manutenção?

Como mencionado acima, a inspeção e manutenção podem ser realizados com ajuda da tecnologia para obter ações mais assertivas.

Atualmente, existem equipamentos e softwares que ajudam a medir as métricas dos maquinários para acompanhar os relatórios ideais e garantir que estejam dentro das adequações.

Com o suporte da tecnologia, será ainda mais fácil identificar as falhas antes que ocorram problemas maiores aos equipamentos. A partir disso, prevenirão situações para intervir de forma segura e planejada.

Não precisará ser uma tecnologia muito avançada para dar este suporte significativo. Um simples sistema que registre a data de validade de EPIs já é uma grande mudança!

Essa tecnologia simplória também é utilizada para emitir alertas de quando a manutenção preventiva de um maquinário deve ocorrer.

O cálculo ocorre em torno de horas de funcionamento do equipamento, para troca de engrenagens ou fluidos.

Contudo, o importante é a realização das inspeções e manutenções dos equipamentos industriais com estratégias específicas.

Desse modo, as mediações ocorrerão no momento exato, garantindo segurança no trabalho e evitando enormes prejuízos para a empresa.

Quais as consequências em um acidente de trabalho para o trabalhador e empregador?

– Para o trabalhador

Em casos de acidente de trabalho, o trabalhador envolvido é o prejudicado, pois o acidente poderá causar lesões graves, surgimento de deficiências, dentre outros.

Por isso, várias são as consequências para o colaborador que sofreu o acidente, como:

  1. Afastamento de até quinze dias
  2. Afastamento de mais de quinze dias
  3. Estabilidade provisória
  4. Limitação da renda familiar
  5. Aposentadoria por invalidez

– Para a empresa

Muitas das vezes, as consequências para a empresa após um acidente de trabalho em suas dependências são significativas.

  1. Queda de produtividade
  2. Aumento das despesas
  3. Comunicar à Previdência sobre o acidente de trabalho
  4. Indenização

Conclusão

Após a leitura desse artigo, podemos concluir que para diminuir os acidentes de trabalho, é necessário realizar inspeções e manutenções regulares, reconhecer as condições inseguras e eliminar o risco.

Contudo, para isso ocorrer, será fundamental treinar todos os funcionários para que eles saibam da importância de manusear bem os equipamentos e comunicar quando há algo fora do comum.

Além disso, realizar as inspeções e manutenções seguindo o cronograma e adotar medidas de intervenção para evitar a ocorrência de acidentes é fundamental.

Gostou das informações contidas no artigo? Então, acompanhe mais temas interessantes sobre segurança do trabalho em nosso blog. Contamos com uma ampla gama de textos informativos em nosso blog. Confira!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, ,
EPI de qualidade: entenda melhor o que precisa ser avaliado
EPIs e EPCs: quais as diferenças dentro do segmento industrial?

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu