Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

O que é Higiene Ocupacional

Higiene Ocupacional: entenda o que é para colocar em prática

SIPAT online

Cuidar da segurança e da saúde dos colaboradores é essencial para o crescimento da empresa como um todo. Por isso, existe um ramo na Segurança do Trabalho responsável por estabelecer práticas para evitar acidentes e doenças ocupacionais: a Higiene Ocupacional.

Para saber mais sobre Higiene Ocupacional e como implementá-la na sua empresa, continue a leitura.

O que é Higiene Ocupacional?

Higiene Ocupacional ou Higiene do Trabalho é uma ciência responsável por reconhecer os agentes presentes no ambiente de trabalho que oferecem risco à saúde e segurança do trabalhador.

Após o reconhecimento, é feita a avaliação para saber em que nível esse risco se encontra e assim tomar medidas para controlá-lo ou até neutralizá-lo. Assim, a Higiene Ocupacional é fundamental para a manutenção do bem-estar dos funcionários e bom funcionamento da organização.

Agentes de riscos

Entre os agentes de risco presente no ambiente de trabalho estão:

  • Físicos: risco gerados por máquinas ou fatores físicos como ruídos, vibrações, pressões excessivas, radiações ionizante e não ionizante, temperaturas altas ou baixas e umidade.
  • Químicos: risco proveniente de substâncias químicas no seu estado líquido, sólido ou gasoso, e quando absorvidos pelo organismo podem comprometer a saúde do colaborador.
  • Biológicos: agentes que são capazes de entrar em contato com o funcionário e infectá-lo como vírus, bactérias, protozoários, fungos, parasitas e bacilos.
  • Ergonômicos: riscos que podem ocasionar distúrbios psicológicos e fisiológicos como esforço físico intenso, postura inadequada, levantamento de peso, estresse proveniente de longas jornadas de trabalho, entre outros.

Etapas do programa

A Higiene Ocupacional tem como objetivo prevenir riscos e doenças ocupacionais através de algumas etapas. Entre elas estão:

Antecipação dos riscos

No primeiro momento, os profissionais da área são encarregados de analisar o ambiente laboral para verificar possíveis riscos aos quais os trabalhadores podem estar expostos. Isso inclui agentes que podem ocasionar acidentes e atividades desenvolvidas no ambiente.

Por meio dessa análise, é possível tomar medidas preventivas antes mesmo de implementar ou modificar processos industriais.

Dinâmicas para SIPAT

Reconhecimento dos riscos

No segundo momento, é realizada uma avaliação qualitativa dos agentes de risco. Por meio dessa avaliação é definido qual tipo de risco o trabalhador está exposto: físico, químico, biológico ou ergonômico.

É importante ressaltar que nessa etapa não são avaliados apenas os riscos presentes apenas no ambiente, como também na rotina do trabalhador, como os equipamentos utilizados e os processos atribuídos a sua função. Assim, o reconhecimento é fundamental para estabelecer medidas para conter cada um dos riscos mencionados.

Avaliação dos riscos

Já nessa fase é realizada a avaliação quantitativa dos riscos, conforme os limites de tolerância estabelecidos pela Norma Regulamentadora (NR) 15. Essa norma prevê os níveis de concentração ou de intensidade que são aceitáveis para determinado tipo de agente de risco. Caso os níveis excedam o limite de tolerância previsto, a empresa deve investir em medidas para controlar ou até neutralizar o risco de modo a não causar danos à saúde do trabalhador.

Controle dos riscos

Por último, após a avaliação qualitativa e quantitativa dos riscos nas fases anteriores, é necessário tomar algumas medidas para controlá-los. Assim, nessa fase a empresa deve definir as medidas e ações que devem ser adotadas para diminuir ou até eliminar os riscos ocupacionais presentes no ambiente laboral.

Dicas para aplicar na sua empresa

Para implementar um sistema de higiene ocupacional eficaz na sua empresa, é importante seguir todas as etapas do processo se atentando aos detalhes presentes em cada uma delas.

Para isso, você pode contratar uma empresa especializada na área de saúde ocupacional ou então contar com um profissional qualificado para realizar a devida avaliação dos riscos.

Lembre-se também que é fundamental investir em um plano de saúde empresarial de modo a garantir que os profissionais cuidem ativamente da sua saúde não só dentro do ambiente de trabalho como fora dele.

Assim, por meio dessas medidas será possível criar uma política baseada na saúde e segurança do trabalhador, fazendo assim com que as condições do ambiente laboral sejam as melhores possíveis.

Agora que você já sabe o conceito de higiene ocupacional e como aplicá-lo na sua empresa, porque não conferir mais artigos como esse no nosso blog?

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, ,
Doença do trabalho: não confunda com doença ocupacional
Acidentes de trabalho: dicas importantes para eliminá-los em 2022

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu