Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

O que são riscos ergonômicos?

Como prevenir doenças associadas aos riscos ergonômicos?

SIPAT online

A ergonomia ou engenharia humana é uma área da ciência que estuda as relações entre o homem e seu ambiente de trabalho. O objetivo da ergonomia é gerar uma relação saudável mutuamente, criando eficiência humana e bem estar no trabalho.

Contudo, quando esta relação não está equilibrada, são geradas as doenças associadas aos riscos ergonômicos. Estas estão relacionadas com as doenças ocupacionais. As doenças associadas aos riscos ergonômicos representam um dos maiores números de acidentes de trabalho.

Acompanhe o artigo e saiba mais sobre como prevenir as doenças associadas aos riscos ergonômicos.

O que são riscos ergonômicos?

Podem ser considerados riscos ergonômicos quaisquer circunstancias de trabalho que geram esforço físico, levantamento de peso, postura inadequada, controle rígido de produtividade, situação de estresse, trabalhos em período noturno, jornada de trabalho prolongada, monotonia e repetitividade, além da imposição de rotina intensa. Com o passar do tempo, a tendência de piorar as condições é exponencial.

É certo que os riscos ergonômicos podem gerar distúrbios psicológicos e fisiológicos, além de provocar sérios danos à saúde do trabalhador porque produzem alterações no organismo e estado emocional.

As doenças associadas podem comprometer a produtividade, saúde e segurança do trabalhador, LER/DORT, cansaço físico, dores musculares, hipertensão arterial, alteração do sono, diabetes, doenças nervosas, taquicardia, doenças do aparelho digestivo (gastrite e úlcera), tensão, ansiedade e problemas de coluna.

Assim, devido a alta exposição dos trabalhadores aos riscos ergonômicos, foi criada a NR-17 pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Esta norma tem como intuito estabelecer os parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores. Dessa forma, o ambiente de trabalho poderá ter condições melhores para que os trabalhadores possam ter uma qualidade de vida melhor, ao realizar suas tarefas.

Dicas para prevenir doenças relacionadas

Além das orientações estabelecidas na NR-17, a Administração de Segurança e Saúde Social Ocupacional dos Estados Unidos (OSHA) determina as seguintes implementações para o processo de ergonomia:

Dinâmicas para SIPAT
  • Ofereça apoio da alta administração

É dever dos gestores a responsabilidade sobre a ergonomia. Dessa forma, a alta administração deve definir os objetivos para o processo ergonômico, com a promoção das práticas em prol da saúde ergonômica dos trabalhadores, tendo como fim, prevenir as doenças relacionadas aos riscos ergonômicos.

  • Envolva os trabalhadores

Os trabalhadores devem ser os protagonistas na identificação dos riscos ergonômicos, afinal, são estas pessoas que lidam diariamente com a suas atividades. Por isso, no momento do mapeamento dos riscos, é imprescindível a participação dos colaboradores, para oferecer sugestões e apresentar as preocupações, com o intuito de reduzir ou eliminar os riscos.

  • Ofereça treinamento

O treinamento é uma ação importante para a conscientização dos trabalhadores. Dessa forma, é possível apresentar os conceitos da ergonomia e seus elementos, além de auxiliar na identificação dos riscos que a má ergonomia pode gerar para a saúde do trabalhador.

  • Identifique os riscos ergonômicos

É importante que os riscos ergonômicos sejam identificados antes que estes desenvolvam doenças ocupacionais. Por isso, é necessário a análise constante desses riscos.

  • Equipamentos e ferramentas

Para evitar doenças associadas aos riscos ergonômicos, é preciso que a empresa forneça aos trabalhadores equipamentos de trabalho com condições ergonômicas. De preferencia com materiais mais leves e com design que prejudiquem ao mínimo a saúde do trabalhador.

  • Encoraje os trabalhadores a reportarem os riscos

Os trabalhadores precisam reportar os riscos ergonômicos oferecidos no ambiente laboral. Dessa forma, essa ação auxilia na prevenção e redução das doenças ocupacionais.

  • Implemente soluções a fim de controlar os riscos

No Brasil, contamos com a NR-17 como instrumento para orientar os estabelecimentos para controlar, reduzir ou eliminar os riscos.

  • Avalie o processo

Ainda, é necessário avaliar se o processo de implementação para prevenção das doenças relacionadas aos riscos ergonômicos está sendo efetivo. Os gestores e trabalhadores devem avaliar se os objetivos iniciais foram alcançados.

Você gostou do conteúdo? A Realizarte disponibiliza toda semana informações sobre saúde e segurança do trabalho. Assine nosso Newsletter receba tudo em primeira mão. Até o próximo!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, , ,
Quais são os pontos positivos da implantação da NR 10
7 dicas para incentivar seus colaboradores a cuidarem melhor da saúde em 2021

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu