Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

qual a função da CIPA e SESMT

CIPA e SESMT: como atuam dentro das empresas?

SIPAT online

Se você está se familiarizando com a segurança do trabalho, prevenção a acidentes e outros temas relacionados à saúde e preservação de pessoas e estruturas nas empresas, você pode estar se perguntando qual o papel da CIPA e SESMT, além das diferenças entre eles.

Bem, certamente é um questionamento importante, visto que cada um dos grupos de colaboradores tem características relevantes para segurança laboral. Neste artigo, falaremos sobre a CIPA e SESMT apresentando as especificidades de cada um e tirando todas as possíveis dúvidas que você tiver.

Por isso, confira o conteúdo na íntegra e saiba tudo sobre a comissão e os serviços de engenharia de segurança e medicina do trabalho. Boa leitura!

O que é a CIPA?

Para falar sobre a relação entre ambos os departamentos, é importante entender os detalhes de cada um individualmente. Por isso, vamos começar pelo entendimento sobre a CIPA, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes.

Como o próprio nome diz, consiste em uma instituição focada em evitar acidentes laborais, mas também em prevenir doenças causadas pelo trabalho e suas rotinas. De maneira geral, o foco da CIPA é a preservação da saúde dos trabalhadores por meio da melhoria do ambiente laboral e fornecimento de equipamentos adequados para os trabalhadores.

A CIPA é formada por membros eleitos que passam 1 ano atuando, mas que podem se reeleger uma vez. Os membros não precisam de uma certificação específica em segurança do trabalho ou engenharia, por exemplo, basta que eles se candidatem espontaneamente para integrar a equipe.

Todas as empresas com mais de 20 funcionários precisam de uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, mas é importante que empresas menores também se preocupem com a segurança do trabalho rotineiramente. Apesar da relevância, ainda é difícil fazer com que as empresas valorizem o departamento, até mesmo aquelas que são obrigadas a ter um.

Como a CIPA atua dentro das empresas?

A CIPA está prevista na Norma Regulamentadora número 05 para atuar na preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador e para isso, os colaboradores da comissão precisam:

  • Analisar as rotinas e estruturas a fim de encontrar riscos à saúde do trabalhador e estrutura como um todo (elaboração de mapa de riscos);
  • Garantir que as outras NR’s sejam cumpridas pela empresa;
  • Incentivar exercícios e ações voltadas para a saúde no trabalho;
  • Atuar em soluções de segurança do trabalho;
  • Realizar treinamentos de segurança com os colaboradores;
  • Fiscalizar as condições de trabalho;
  • Implementar medidas preventivas;
  • Promover a cada ano a SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho) e entre outras atribuições.

O que é o SESMT?

Agora que você já conhece a CIPA e também as funções dos membros dessa comissão, pode conhecer o SESMT e relacioná-los.

Bem, para entender essa sigla, é válido que você saiba que assim como a CIPA corresponde à uma norma regulamentadora, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) é regulamentado pela NR 04… Mas o que seria esse serviço?

Dinâmicas para SIPAT

Apesar de serem normas distintas, há muitas semelhanças entre a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e o SESMT, pois, as intenções são as mesmas. No entanto, o Serviço Especializado atua com profissionais da área de saúde, diferentemente da CIPA, que pode atuar apenas com colaboradores da empresa que não necessariamente atuam no ramo.

Enquanto a CIPA preza muito pela prevenção de acidentes, o SESMT promove a saúde como um todo e também utiliza a Engenharia e a Medicina do Trabalho para reduzir ou até mesmo erradicar os riscos envolvidos nas rotinas laborais.

As empresas físicas que tiverem empregados sob o regime de Consolidação das Leis Trabalhistas devem implementar o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho de acordo com o grau de risco que a empresa apresente.

Na Norma Regulamentadora 4 estão presentes todas as informações referentes à obrigatoriedade das empresas e ao dimensionamento do SESMT.

Como o SESMT atua dentro das empresas?

Através de técnicos de enfermagem, enfermeiros em geral, médicos e profissionais da área de saúde, o SESMT entrega avaliações e mapeamento de riscos para os profissionais dentro das empresas e atua para mitigá-los.

Outras demandas do SESMT são: incentivar a saúde laboral através de exercícios e da conscientização sobre o equilíbrio entre saúde e trabalho, além dos cuidados que os profissionais devem ter diariamente; monitorar de maneira técnica o plano de saúde ocupacional da empresa; dar suporte medicinal aos colaboradores e; atuar diante de emergências (fornecer os primeiros socorros em casos de necessidade).

Relação entre a CIPA e o SESMT

Após a leitura e o conhecimento entre ambos os departamentos determinados pelas normas regulamentadoras, você deve ter percebido que há muitas semelhanças entre ambos os setores. Decerto, algo que não se pode negar é que eles visam objetivos muito parecidos, no entanto, um não anula o outro!

Em vez disso, é melhor pensar na relação entre CIPA e SESMT de maneira complementar, principalmente, pois faz parte das atribuições de cada um deles se integrar com o outro departamento para garantir que a saúde e a prevenção de acidentes sejam atingidas com êxito!

Ambos têm como foco a segurança do trabalho, mas enquanto o SESMT foca na parte de segurança ocupacional, a CIPA se atém ao estudo de riscos, prevenção de acidentes e de doenças causadas pelo trabalho.

A atuação em conjunto e assertiva de ambos os serviços garante que qualquer empresa esteja devidamente assegurada diante dos aspectos de saúde do trabalhador e das pessoas que passam pela empresa.

Chegamos ao fim deste conteúdo e esperamos que não tenham ficado dúvidas atreladas à CIPA e SESMT. Para mais informações como essas, visite o nosso site e saiba mais!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Pesquisar

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, ,
Inventário de riscos: o que todo TST precisa saber?
Descarte de EPI: quando e como fazer da maneira correta

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.