Blog Realizarte Palestras

Falando de Saúde, Segurança do Trabalho e Motivação!

O que é ruído ocupacional

Afinal, o que é ruído ocupacional conforme a NR-15?

SIPAT online

O ambiente de trabalho pode proporcionar diversas opções de insalubridade, dentre eles o ruído ocupacional. Autores que realizaram estudos voltados a saúde bem como segurança do trabalho, afirmam que a surdez no Brasil é a segunda maior causa de doença profissional.

As formas de poluição sonora mais frequentes decerto são encontradas nas áreas industriais. No Brasil, estudos que acompanharam trabalhadores metalúrgicos associou a exposição ao ruído industrial a ocorrência de acidentes do trabalho fatais.

Nesse artigo, abordaremos algumas definições de ruído de acordo com a NR-15, os tipos de ruídos e os limites de tolerância estabelecidos pela norma regulamentadora.

Acompanhe e saiba mais!

Definição de Ruído

O ruído é definido como uma mistura de sons e tons não harmoniosos com frequências diferentes entre si. Esse fato origina a sobreposição de várias vibrações distintas, e desse modo, ocasiona uma sensação sonora indesejável.

Os ruídos podem ser provenientes de diversas fontes, como máquinas, equipamentos, rolamentos e peças não lubrificados, engrenagens, estruturas desreguladas e partes móveis desalinhadas.

As consequências da exposição ao ruído ocupacional são bastante indesejadas. Podemos citar o cansaço, irritação, dores de cabeça, redução da audição, surdez, aumento da pressão arterial, problemas do aparelho digestivo, taquicardia, infarto. Os níveis de intensidade e tempo de exposição definem a intensidade das consequências.

Tipos de ruídos descritos na NR-15

Segundo a NR-15, o ruído pode ser classificado em:

  • Contínuo (estável, com variações máximas de 3 a 5 dB(A).
  • Intermitente (oscilações de maior ou menor intensidade)
  • Ruído de impacto (apresenta picos de ruído com duração menor de 1 segundo).

A NR-15 em seus anexos I e II, definem para fins de avaliações em higiene ocupacional apenas os ruídos Contínuo ou intermitente e o de Impacto.

Dinâmicas para SIPAT

Ainda, para definir os níveis de ruído em que os trabalhadores são expostos, é utilizado a LEQ (Equivalent Sound Level).  Com esta metodologia, calcula-se a média de ruído (em decibéis) em que os trabalhadores ficam expostos.

Abaixo, temos o detalhamento dessas classificações.

Ruído Contínuo ou Intermitente

De acordo com a NR-15, os ruídos contínuos e intermitentes são aqueles que não são de ruídos de impacto. Os níveis de ruído contínuo ou intermitente devem ser medidos em decibéis (dB) com instrumento de nível de pressão sonora operando no circuito de compensação “A” e circuito de resposta lenta (SLOW).

Lembrando que as leituras devem ser feitas próximas ao ouvido do trabalhador. Quanto a essa classe de ruído, não é permitida exposição a níveis de ruído acima de 115 dB(A) para indivíduos que não estejam adequadamente protegidos.

Ruído de impacto

A NR-15 classifica como ruído de impacto aquele que apresenta picos de energia acústica de duração inferior a 1 (um) segundo, a intervalos superiores a 1 (um) segundo. Os níveis de impacto deverão ser avaliados em decibéis (dB), com medidor de nível de pressão sonora operando no circuito linear e circuito de resposta para impacto. Da mesma forma, as leituras devem ser feitas próximas ao ouvido do trabalhador.

O limite de tolerância para ruído de impacto será de 130 dB (linear). As atividades ou operações que exponham os trabalhadores, sem proteção adequada, a níveis de ruído de impacto superiores a 140 dB(LINEAR), medidos no circuito de resposta para impacto, ou superiores a 130 dB(C), medidos no circuito de resposta rápida (FAST), oferecerão risco grave e iminente.

Ruído Ocupacional: limites de tolerância na NR-15

O quadro abaixo apresenta os limites permissíveis relacionados ao nível de ruídos em decibéis (Db). Lembrando que, para análise do ruído, sempre é considerada a exposição na jornada de 08 horas de trabalho.

NÍVEL DE RUÍDO

DB (A)

MÁXIMA EXPOSIÇÃO DIÁRIA
PERMISSÍVEL
858 horas
867 horas
876 horas
885 horas
894 horas e 30 minutos
904 horas
913 horas e 30 minutos
923 horas
932 horas e 40 minutos
942 horas e 15 minutos
952 horas
961 hora e 45 minutos
981 hora e 15 minutos
1001 hora
10245 minutos
10435 minutos
10530 minutos
10625 minutos
10820 minutos
11015 minutos
11210 minutos
1148 minutos
1157 minutos

O “Limite de Tolerância” exposta na NR-15 apresenta a intensidade máxima ou mínima, relacionada com a natureza e o tempo de exposição ao agente, que não causará danos à saúde do trabalhador, durante a sua vida laboral.

As informações foram úteis para você? A Realizarte disponibiliza aqui no blog muito conteúdo sobre saúde e segurança do trabalho. Leia os nossos artigos e fique ligado, segurança em primeiro lugar!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!

Segurança do trabalho Guia passo a passo para montar a SIPAT
, , ,
Coronavírus: como evitar o contágio no ambiente de trabalho?
A pandemia não acabou: 5 dicas para o retorno ao trabalho com segurança

Posts relacionados

2 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu